Psicanálise Integrativa

O que é o inconsciente e como acessá-lo?

A psicanálise é uma psicoterapia, criada pelo neurologista Sigmund Freud, que estuda a mente humana por meio dos relatos do paciente, tendo como principal objetivo a interpretação do inconsciente.

Na psicologia, o inconsciente é uma ferramenta para entender o comportamento humano. Dessa forma, está intrinsecamente conectado à psicanálise, de modo que ele se torna o resumo de todo saber psicanalítico. Deseja entender mais sobre o que é o inconsciente? Confira a seguir!

O que é o inconsciente freudiano

O inconsciente como conceito possui um significado bastante complexo. No entanto, é possível compreender seu significado de forma simples ao citar a Teoria do Iceberg, do escritor Ernest Hemingway. Ao olhar para um iceberg, vemos apenas uma pequena ponta na superfície do mar, enquanto sua maior parte permanece escondida e submersa.

Essa metáfora ilustra bem a ideia. A parte visível corresponde ao consciente e a parte submersa o inconsciente — representando 95% da mente humana. Esses conteúdos não são acessados pela razão: são experiências reprimidas, sensações, memórias esquecidas, percepções subliminares, desejos e muito mais. Ainda que ocultos, influenciam o comportamento da pessoa.

O uso da hipnose

A hipnose é uma técnica que permite deixar a mente em um estado de serenidade e relaxamento profundo, denominado transe. Quando a pessoa está nesse estado, ela pode ser conduzida a acessar recursos e memórias internas que antes estavam inacessíveis em seu inconsciente.

Essa técnica não é capaz de mudar memórias, porém, auxilia em uma melhor percepção delas, proporcionando uma mudança de comportamento. Dessa forma, contribui para o tratamento de depressão, medo, ansiedade e outras condições.

Lembrando que o método deve ser realizado por um hipnoterapeuta, pois só um profissional qualificado é capaz de conduzir a técnica corretamente, avaliando e orientando o paciente.

Acesso ao inconsciente

De acordo com Freud, o acesso ao inconsciente só é possível a partir do consciente. A consciência é quem conecta o externo e o interno, fazendo isso por meio dos pensamentos, que, na visão freudiana, são um deslocamento de energia, originada da ID, dentro do aparelho psíquico.

Seu acesso pode ser realizado por meio de várias ferramentas comportamentais, que são interpretadas pelo paciente e o psicanalista junto. Dentre elas, estão os atos falhos (momentos em que a fala não corresponde ao pensamento, ou quando há inversão de palavras, ou, até mesmo, gaguejo), os chistes (uso excessivo de piadas ou trocadilhos para evitar um assunto sério), e, principalmente, os sonhos.

Sinais como esquecimento ou repetição de determinadas palavras, silêncio abrupto e expressões artísticas também podem ser interpretados como manifestações conscientes do inconsciente.

O inconsciente ainda é tido como objeto de estudo e isso é o que traz segurança para acessá-lo, a fim de melhorar a qualidade de vida e trazer saúde mental por meio da psicanálise. Ao compreender o que é o inconsciente, é possível entender melhor como funcionam nossos comportamentos e perceber a complexidade de nossa mente.

Além disso, é possível ver que o uso de técnicas como hipnose e o próprio estudo do inconsciente são fatores que contribuem para um melhor entendimento da mente, podendo trazer, também, uma melhor qualidade de vida.

Gostou deste artigo? Então entenda, agora, o que é Psicanálise Integrativa e como ela funciona!

Conheça nossos cursos EAD

Sobre o autor

SBPI

Comentário