Cursos

Quais são os principais requisitos para se tornar um psicanalista?

A prática da psicanálise no Brasil é configurada como atividade livre que, embora legalmente reconhecida, não é regulamentada. Muitas dúvidas pairam sobre o exercício da profissão de psicanalista e sobre os requisitos necessários para sua realização.

Além da formação técnica ,que inclui um tripé teórico, de supervisão e análise, também são desejadas habilidades complementares para o aprofundamento da prática. Neste texto, você saberá detalhadamente os principais requisitos para se tornar um psicanalista.

Como toda carreira, a psicanálise exige, além de aptidão, um estudo dedicado e voltado para as pessoas. Compreenda quais são os fatores de maior importância para obter sucesso como psicanalista!

É necessário diploma de curso superior para ser psicanalista?

Uma dúvida muito comum é se para ser psicanalista é obrigatório ter diploma de curso superior. Como a profissão não é regulamentada no país, atualmente não existe um curso específico de graduação reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC), que trate especificamente da disciplina.

Apesar disso, muitos psicanalistas têm algum tipo de graduação, sendo as mais comuns medicina, psicologia, filosofia e direito, para citar as mais praticadas entre aqueles que são formados em psicanálise.

Embora isso não seja amplamente obrigatório, cada instituição pode determinar como será feito o reconhecimento do profissional e quais serão as exigências. Assim, para um psicanalista atuar em uma empresa um dos pré-requisitos pode ser o de ter algum curso superior como base de conhecimento.

Quais os cursos superiores recomendados para quem quer se tornar psicanalista?

Para se tornar psicanalista, é necessário ter formação de nível técnico e é desejável, após, a conclusão do curso superior. Não existe  um curso de base obrigatório, mas algumas faculdades podem tornar a prática da psicanálise mais eficiente, e a abordagem mais específica.

Trabalho clínico

Na área da saúde, médicos psiquiatras, psicólogos, médicos, enfermeiros, terapeutas ocupacionais e assistentes sociais podem atuar como psicanalistas utilizando sua experiência como forma de trazer melhoras tanto para a saúde física como mental.

Trabalhos institucionais

Aqueles que trabalham no corpo profissional de hospitais, centros de saúde, empresas, escolas e fóruns podem direcionar sua prática psicanalítica para auxiliar os processos relacionais e comportamentais que se desenvolvem nesses espaços.

Trabalhos humanistas

Professores, líderes corporativos e até mesmo artistas são profissionais que devem lidar diretamente com pessoas. A psicanálise pode ampliar o campo de conhecimento humano e auxiliar o desempenho da profissão, mesmo que não se atue diretamente como psicanalista.

Trabalhos de mentoria

Como está muito em voga atualmente no mercado de trabalho, mentores, coachings e gestores podem se beneficiar muito com o estudo da psicanálise. Da mesma forma, as formações em mentoria têm muito a contribuir para o exercício da psicanálise, principalmente combinada com a prática corporativa.

Como funcionam os cursos específicos para a formação em psicanálise?

Se, por um lado, o curso superior não é uma condição obrigatória, é indispensável que o profissional tenha formação em, pelo menos, um curso específico e reconhecido sobre a prática da psicanálise. É importante que o curso seja oferecido em uma escola ou instituição de qualidade e que tenha bom conteúdo programático.

Isso é importante porque é justamente o curso que ensina as técnicas e quais devem ser as preocupações dos profissionais, assim como é o curso que orienta como deve ser a atuação profissional. No geral, é recomendado — e, muitas vezes, exigido — que o curso conte com uma parte teórica e uma parte prática para garantir a segurança na atuação do profissional.

Qual o perfil indicado para quem quer se formar em psicanálise?

Tornar-se psicanalista significa se colocar em um ritmo constante de aprendizado, em uma curva crescente de acumulação de conhecimentos para aprimorar sua prática. A excelência do exercício da psicanálise é uma combinação da atividade com os estudos aplicados.

Quem opta por essa carreira, tem como principal objetivo ajudar as pessoas. Por isso, a relação deve ser sempre positiva, e o profissional deve buscar o prazer e a satisfação naquilo que faz. O bom atendimento é fruto da procura por resultados, o que pode exigir todo esforço e dedicação daquele que exerce a psicanálise.

Como iniciar a carreira como psicanalista?

Quem opta pelo caminho da clínica fora de instituições e empresas deve ter noção de que o começo é a fase em que mais se planta do que se colhe. As expectativas devem ser acordadas com a demanda de atendimentos, tendo em mente que a cada novo cliente se abrem possibilidades.

O profissional bem requisitado é aquele que entrega resultados, sendo realista com o prazo e o esforço que deve ser empregado para tal. No período inicial dos atendimentos, é normal que o movimento não seja como o esperado. Para tanto, a insistência nesse momento é essencial para consolidar o nome como psicanalista.

Como se filiar ao Conselho de Psicanálise?

Por não ser uma atividade regulamentada pela Constituição, a prática da psicanálise não tem um conselho definitivo, como acontece com a medicina ou com a engenharia, por exemplo.

Por isso, a filiação em um conselho não é algo obrigatório nem se trata de requisito para se tornar psicanalista, já que não existe um conselho que abranja todos os profissionais e toda a atividade.

Para saber mais a respeito dos órgãos reguladores e como acontecem as filiações, podem ser acessadas mais informações pelos sites dos sindicato Sinaten, por exemplo.

Como fazer o registro de psicanalista?

Não havendo a regulamentação nem a existência de um conselho único, também não é requisito tirar o registro profissional — até porque ele não existe. A atividade de psicanálise é feita de maneira livre, o que significa que qualquer profissional capacitado por um curso reconhecido pode atuar na profissão.

Ainda assim, sindicatos e instituições em geral podem exigir algum tipo de comprovação por parte do profissional, indo desde a apresentação do histórico até a realização de avaliações internas para garantir uma boa atuação profissional.

A profissão de psicanalista é reconhecida em diversos setores pela capacidade de melhoria, bem-estar e produtividade que traz para as pessoas. O sucesso dessa carreira está na articulação da formação com os preceitos básicos da profissão, sendo muito importante solidificar o tripé básico para a psicanálise.

Os motivos para se tornar psicanalista são pessoais e intransferíveis. Contudo, uma vez que a pessoa descobre sua vocação para a prática, poderá cada vez mais dotar-se de ferramentas para se tornar um profissional de excelência.

Se ficou interessado em saber mais sobre a formação em psicanálise, entre em contato com a gente!

Conheça nossos cursos EAD

Sobre o autor

SBPI

4 Comentários

  • Então, possuo curso superior na área de humanas, gostaria de fazer o curso para dar consulta a particulares, gostaria de saber o que a conclusão do curso me autoriza, ou seja, posso dar pareceres, laudos técnicos, receitar medicamentos, em fim o que posso fazer no mercado de trabalho.

  • Estou muito interessada em fazer psicanalise porém não tenho nível superior e gostaria de saber se tenho outra opção para alcançar meu desejo ou tenho que fazer qualquer faculdade para alcançar esse meu objetivo.

  • Adorei o esclarecimento que foi produzido de forma clara, objetiva e contundente. Tenho Licenciatura Plena em História, já tive inúmeros alunos, porém resolvi iniciar a Psicologia, à qual demorarei um tempo para concluí-la e não imaginava que para ser psicanalista não fosse necessária uma graduação. Fiquei muitíssimo interessada e espero ainda também poder algum curso da área. Muito obrigada pelas informações aqui recebidas.

Comentário